Web Rádio Gira Mundo é um espaço destinado para socializarmos as nossas primeiras experiências de Educomunicação na modalidade de Web Rádio. Entendemos que estas atividades atendem um novo conceito de rádio na web, pois não se trabalha com programação tem tempo real - streaming -, por isso denominamo de modelo "offline" e formato "no streaming".

RÁDIO WEB - Ecoeducar

1º CIRCUITO MULTICULTURAL



1. Descritivo do Evento

Um evento de múltiplos acontecimentos, todos simultâneos, tal como é o modelo mental e operacional dos “nativos digitais”. Será um mix de atividades voltadas para os alunos e buscando com foco no movimento. Esta necessidade deve-se ao fato de atender a oficina de fotografia que os alunos da Trilha do São Francisco precisam fazer, ou seja, aprender a tirar foto de pessoas e objetos em movimento.

Em conjunto com isso, inauguramos uma nova modalidade de atividades que queremos desenvolver bimestralmente, sempre no mesmo estilo e homenageando um ex aluno do Colégio. Uma pessoa que tenha estudado no Carmelo e que possa ser usada como referência.

Desta vez, tal como mostra o banner inicial, estaremos homenageando o Fabiano Carvalho Lopes; que por sinal autografará os troféus; havendo até a possibilidade de se fazer presente ou então deixar mensagem em vídeo.

Como o projeto Gira Mundo e a Trilha do São Francisco estão voltados para ações de educomunicação, é inevitável que haja uma grande carga midiática sobre o evento e em especial no dia. Assim, muitos meios de comunicação estarão fazendo a cobertura, em especial a RPC TV, que fará uma grande reportagem sobre as ações do Gira Mundo, tendo o Lucas De Toni e o João como personagens especiais.

 

2. Cronograma de Atividades
- Presença de Fabiano Carvalho - 
veja quem é: 
/>- 1º Campeonato Interno de Skate
- Demonstração orientações sobre Slackline
- Mostra de fotografia digital: fotos da trilha urbana e rural
- Show de banda de Rcok
- Inauguração da Rádio Intervalo
- Lançamento da TV Web do Projeto Gira Mundo
- Apresentação de Hip Hop
- Exposição de banners: Automobilismo de Cascavel
- Mostra de Banner do Colégio Carmelo
- Divulgação dos Cursos Técnicos
- Concurso de fotografia do evento
- Divulgação da Corrida da Água
- Divulgação da Trilha do São Francisco
- Coleta de Lixo Eletrônico
- Coleta de óleo de fritura
- Grafitagem de painéis ou do muro
- Mostra: Propostas para Cascavel do Amanhã
- Exposição de Fotografia: 25 anos do Museu da Imagem e do Som
- Exposição do Museu do Computador
- Informática Solidária
- Inscrição para a Corrida da Água
- Banner e material sobre a Coleta Legal
- Banner e material sobre os ODM
- Wi Fi livre e orientações sobre redes sociais
- Futuro Integral do SESC
- Demonstração do funcionamento da Lousa Digital – NRE

3. Cronograma

- Dia 01/10/2013
- Das 09h45min às 12h
- No Colégio
- As 03 primeiras aulas normais

5. Organização geral
Edson Gavazzoni
Professores de Educação Física
Alunos do Projeto Gira Mundo
Direção e Supervisão do Colégio

______________________________________________________________________________

A IV Conferencia Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente:
Colégio Estadual Padre Carmelo Perrone – Cascavel / PR

conf4.jpgA IV Conferencia Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente tem como tema "Vamos Cuidar do Brasil com Escolas Sustentáveis". A conferencia será realizada em várias etapas. A primeira é a conferência na escola.

No Colégio Estadual Padre Carmelo Perrone, de Cascavel no PR, a conferência aconteceu de forma colaborativa, tendo início no dia 7 de Agosto, com a reunião dos professores, supervisão e direção, evento que aconteceu nos 3 períodos. Além de deliberarem sobre o funcionamento da conferência, foram escolhidos os representantes do ComVida -  Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida - uma forma de organização na escola que se baseia na participação de toda comunidade em prol do meio ambiente.

conf14.jpg
A primeira ação seria mobilizar os alunos para o tema da conferência, tendo uma atividade comum em todas as turmas, com o foco de levantar ideias para potencializar o Colégio dentro da lógica da sustentabilidade.

O dia escolhido para o grande levantamento de ideias foi 14 de agosto, nas duas últimas aulas de cada período foi realizada a conferência em sala de aula. O professor responsável por cada turma, após prévia explicação e apresentação de um vídeo sobre a conferência, encaminhou as atividades para os alunos que foram divididos em grupos. Estes discutiram o texto, previamente preparado e responderam questões sobre o Colégio. Após essa discussão cada grupo elaborou as propostas de ações de melhorias na escola que foram expostas e votadas. Foram escolhidas duas propostas de ações para cada sala.

No dia 20 de agosto foi realizada a Conferencia Geral na escola no período da manhã. Participaram da conferência diretores, professores, funcionários e todos os monitores ambientais escolhidos como representantes das salas.

Na solenidade de abertura foram convidados para compor a mesa de honra: A representante do Núcleo Regional de Educação de Cascavel: Sonia Maria Justo, a representante da Secretaria do Meio Ambiente: Bióloga Tarcila Rech. Representando a direção do Colégio Padre Carmelo Perrone o diretor Aldo de Oliveira Carvalho, o Prof. Edson Gavazzoni, representando a APMF, a pedagoga Giovana Karla Zan, a professora Sonia Maria Scheitt, a aluna Milena Beier e representantes dos agentes educacionais I e II: Estela Lutz e Helena Peternela. Após a solenidade de abertura e apresentação de um vídeo sobre a IV CNIJMA, a Bióloga Tarcila Rech proferiu uma palestra intitulada: “Coleta Seletiva”.

Após a palestra a professora Rosemari Pilati conduziu as atividades. Os alunos foram divididos em nove grupos. Todos receberam uma pasta contendo as propostas elaboradas por todas as turmas da escola durante a conferencia realizada na semana anterior (14/08) em sala de aula. A tarefa era ler as propostas e a partir destas elaborar duas novas propostas que seriam expostas a todos e encaminhadas para votação. Cada grupo foi auxiliado por um professor. Os grupos foram convidados a defenderem suas propostas através de um representante do grupo.

Todas as propostas foram fixadas em local visível para votação. Após a votação foram somados os votos sendo que as proposta mais votada foi a construção de uma cisterna para coletar água da chuva. Propostas sobre reciclagem, construção de uma horta e conscientização da comunidade escolar através de gincanas e educação ambiental, também foram bem votadas.

conf10.jpg

conf17.jpg

____________________________________________________________________________

MENSAGEM DE SHIRLEY FONSECA....

A mensagem é de Shirley Fonseca, autora cascavelense, que escreveu o livro Reciclei e Recicleo, que fala da importância sobre a coleta seletiva e a destinação correta dos resíduos. Do livro nasceu o teatro Reciclei e Recicléo, uma peça bem interativa em que as crianças aprendem na prática a separação dos resíduos. Em parceria com a Biblioteca Pública de Cascavel-PR, a autora criou o Projeto Lixoteca. Um espaço feito com materiais reutilizados que, além de brincar, as crianças também exercitam a parte lúdica e artística com a construção de brinquedos.

Autor: Shirley Fonseca
Tema: Educação Ambiental
Locução: Lucas De Toni
Edição: Projeto Gira Mundo

_________________________________________________________________

Vida e obra de Rafael

rafael.jpg

Em 26 de agosto de 1996 nasceu Rafael, não sei quanto aquele garoto pesava mas devia ter sido bem magrinho, mas isso não vem ao caso. O que importa é que rege a lenda que o garoto nasceu sorrindo sabe por quê? Porque ele é muito feliz extremamente feliz, mas me deixe explicar o porque que estou relatando sobre o nascimento desse rapaz.

Tudo começou no começo do ano de 1995, algum tempo antes de Rafael nascer, aconteceu que Ercilho Edemar Ferreira e Elenice de Oliveira Pereira tiveram uma linda menina Stefani De Oliveira Pereira uma criança que nasceu com diabetes muito rara na época, seus pais fizeram de tudo para a garota sobreviver mas não adiantou, a criança morreu meses depois de seu nascimento, uma perca muito grande para toda família, mas em especial para uma pessoa dona Elenice, sofreu muito, entrou em depressão, parecia que aquela mulher ia ficar de luto eterno.

Mas penso eu que por uma providência divina ela concebeu um garoto, em 26 de agosto de 1996 nasceu Rafael, aquele garoto conseguiu suprir toda carência e toda a tristeza de Elenice, é um novo recomeço agora ela tinha uma razão pra viver é essa razão tinha nome: Rafael de Oliveira Pereira.

Autor: Rafael de Oliveira Pereira
Tema: Relato Pessoal
Locução: Rafael de Oliveira Pereira
Edição: Projeto Gira Mundo

_________________________________________________________________________________

CONFERÊNCIA INFANTO JUVENIL NO COLÉGIO CARMELO

 

conf_infanto1.jpg

A IV Conferência Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente de 2013 está na fase local, quando as escolas organizam as conferências internas para eleger os projetos e escolher os alunos representantes da instituição para a Confêrencia Estadual.

A temática deste ano é: “vamos cuidar do Brasil com escolas sustentáveis”. Os objetivos geradores do ciclo de conferência estão profundamente ligados a implantação de práticas sustentáveis no espaço escolar, buscando alinhar o rol de informações teóricas com atividades concretas.

Em termos gerais a conferência é um chamado gerador para a comunidade escolar efetivamente pensar que os seres humanos são parte de uma teia universal, onde cada um de nós temos responsabilidades pelo que acontece com o todo. A depender da forma como agirmos, relacionarmo-nos com nós mesmos, com os outros, com o meio ambiente; interferimos nessa teia.

Locução: Eduardo - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

______________________________________________________________________

SEMANA NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE

8maneirasmudarmundo.gifOs organizadores do movimento dos 8 Jeitos de Mudar o Mundo estabeleceram o período de 4 a 10 de agosto de 2013 como sendo a Semana Nacional pela Cidadania e Solidariedade, a qual tem como tema “realize e participe das ações em prol dos objetivos de desenvolvimento do milênio”. O evento acontece anualmente e serve para estimular a consciência social a respeito dos 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), estabelecidos em 2000 pela Organização das Nações Unidas (ONU). A mobilização é uma iniciativa do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade, criado em 2004 para mobilizar a sociedade civil e os governos para alcance dos ODM até 2015.

Fica o convite para todos programarem suas ações, mas é importante que elas sejam promovidas constantemente. Para saber mais e conhecer o que outras instituições estão fazendo, consulte o site www.nospodemosparana.org.br

Locução: Eduardo - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

__________________________________________________________________________________________

ÁRVORES ARTIFICIAIS

E os humanos, o que fazem?

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

As árvores são maravilhas da natureza e parceiras do homem desde os tempos mais remotos.

Agora, um novo tipo de árvore surge para fazer ainda mais bem aos homens: as árvores artificiais que capturam energia do Sol, do vento e da chuva.

Um dos grandes problemas para o uso mais disseminado da energia solar é o custo das placas e o espaço necessário para os grandes painéis solares instalados nos telhados dos edifícios.

Ao contrário das flores e folhagens artificiais, que servem apenas para fins decorativos, as árvores artificiais para capitação de energia solar, eólica e hídrica são pequenas usinas geradoras de eletricidade limpa e renovável.

O projeto ainda está em desenvolvimento e não tem data para comercialização, mas pelo menos uma empresa está trabalhando para que isso aconteça em breve.

A Solar Botanic criou folhas artificiais, as nanofolhas, que possuem sensores capazes de capturar a energia do Sol tanto radiante (células fotovoltaicas) quanto térmica (células termovoltaicas).

Além do calor do sol, quando o vento ou a chuva agitam as folhas, o movimento aciona cristais instalados na sua fixação ao caule, transformando a agitação mecânica em eletricidade.

O novo sistema reúne em um só os coletores para a energia solar, de um lado, e para a energia eólica, de outro.

É por exemplos como este que...

O ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Profª. Marilene - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

_________________________________________________________________________________

USINA DE CATA-VENTO

E os humanos, o que fazem?

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

Evaldo Rodrigues é um trabalhador aposentado. Ele mora no litoral do Rio de Janeiro, numa área de presirvação ambiental.

Evaldo vive metido no mato, portanto.

Ali a energia elétrica não chegava, e por isso ele era obrigado a usar um gerador de energia movido a diesel para movimentar seus aparelhos domésticos.

Uma coisa poluente e barulhenta.

Há três anos ele percebeu que ventava muito por ali e pensou em aproveitar toda aquela ventania para produzir energia.

Sua primeira vitória foi conseguir energia suficiente para manter dez lâmpadas acesas.

Como viu que dava certo, montou um torre com cata-vento a 12 metros do chão – um aerogerador.

O aerogerador fornece energia suficiente para movimentar geladeira, televisor e outros aparelhos.

Aos poucos, numa revolução silenciosa, 180 mil famílias brasileiras já acendem suas lâmpadas e acionam eletrodomésticos usando a força da ventania.

Além de economizar, dão um grande exemplo à humanidade: para eles, vale a prática; já ultrapassaram a fase da teoria. 

É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Profª. Marisa Medeiros - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

_______________________________________________________________________________

PLÁSTICO ALTERNATIVO

E os humanos, o que fazem?

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

O plástico, material que está presente em muitos objetos que usamos no dia a dia, vem do petróleo.

Mas o petróleo vai acabar.

O gênio humano, porém, não esperou que a era do petróleo terminasse e encontrou substitutos perfeitos para o plástico.

Por isso, pode-se dizer que o plástico já dá em árvores e com isso deixa de ser um recurso finito, condenado a acabar, tornando-se permanente.

Já existem plásticos feitos a partir do etanol de cana-de-açúcar, que podem ser reutilizados num processo de reciclagem.

Há também polímeros biodegradáveis produzidos por bactérias alimentadas por açúcares.

As grandes petroquímicas, fabricantes de plásticos feitos a partir do petróleo, estão investindo forte nessa novidade, que vai apressar o fim do ciclo petrolífero.

O curioso é que a tecnologia para esse plástico tirado de plantas já existe desde 1998, mas ninguém se interessava.

Por essa diferença de quase dez anos é possível calcular que neste momento estão sendo descobertas soluções que só dentro mais alguns anos as indústrias perceberão que valem a pena.

Às vezes, evoluímos até sem perceber.

É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Prof. Neiton - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

________________________________________________________________________________

A ARCA DA VIDA

(áudio já postado na voz de Helouise Mazzo, mas este da professora Letícia ficou muito bom, por isso postamos novamente a mesma mensagem)

Texto: Alceu Sperança
Locução: Profª. Letícia - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

_________________________________________________________________________________________________

REVOLUÇÃO DO PROJETO MILLENIUM

E os humanos, o que fazem?

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

O professor cubano Pedro Sánchez esteve no Brasil na semana passada.

Um dos maiores especialistas do mundo em produção de alimentos, ele veio expor aos brasileiros o sucesso do Projeto Millenium.

O Projeto Millenium é um programa de combate à miséria, que ele desenvolve na África por uma convocação da ONU (Organização das Nações Unidas).  

Sánchez decidiu trabalhar com o país mais pobre do mundo.

Em 2005, esse país era Malauí. Nessa pobre nação africana, 80% da população vivia na miséria.

Ali, nesse lugar esquecido, com crianças e adultos esqueléticos, o professor Sánchez criou uma Vila Millenium, que é um projeto de Revolução Verde.

A Revolução Verde consistia em oferecer sementes híbridas de milho e fertilizantes nitrogenados.

Em 2005, havia um déficit de 44% na produção de milho. 5 milhões de pessoas passando fome.

Com a Revolução Verde, passou a haver um excedente de quase 20% na produção.

Passou de menos de uma tonelada por hectare para mais de duas toneladas.

Com isso, mais mosquiteiros para se prevenir da malária e a criação de um serviço de atendimento médico, a nação mais pobre do mundo já está exportando milho para os países vizinhos.

Em resumo, o governo aplicou 70 milhões de dólares na Revolução Verde e os benefícios em melhoria de renda para a população chegaram a quase 700 milhões.

É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Profª. Carmem - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

________________________________________________________________________________

AGRICULTURA NA LUA

E os humanos, o que fazem?

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

Há milhares de brasileiros impedidos de ter acesso à terra, onde poderiam estar plantando a comida que está fazendo falta ao mundo.

Mas já existe um projeto de plantações sustentáveis na Lua.

O cientista Bernard Foing, da Ucrânia, está propondo uma agricultura lunar em paralelo a uma base humana no satélite natural da Terra.

O cientista quer desenvolver vida na Lua, que permitiria o fornecimento de comida aos cosmonautas em bases sustentáveis, permitindo saber como será a agricultura fora da Terra.

Segundo o cientista, membro do Centro Europeu de Pesquisa e Tecnologia Espaciais, existe a possibilidade de plantas crescerem na Lua utilizando certos tipos de bactérias que extrairiam do solo lunar os nutrientes para permitir a vida.

Essas bactérias, além de permitir a germinação e floração das plantas, servem para protegê-la de substâncias daninhas e evitar seu envenenamento.

Essa idéia de plantar na Lua, onde todas as condições são desfavoráveis, comprova que podemos também criar condições para que mais pessoas possam ter terra e produzir aqui mesmo, no Planeta Água, que tem tudo: água e gente.

É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Profª. Adelir - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

______________________________________________________________________________________________________________________

RIQUEZA QUE VEM DA CASCA DOS OVOS

E os humanos, o que fazem?

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

Se alguém comeu uma omelete no almoço de hoje, fez o quê com as cascas dos ovos?

Se as jogou fora, também jogou dinheiro fora.

As cascas de ovos sempre foram consideradas plenamente descartáveis depois de compor bolos, doces diversos, farofas e omeletes.

O Brasil produz 20 bilhões de cascas de ovos por ano.

Sempre se soube que as cascas de ovos tinham qualidades importantes.

Trituradas, por exemplo, fornecem cálcio para combater a osteoporose.

O artesanato as utiliza em diversas aplicações.

Até cimento é possível fazer com elas, em combinação com outros produtos.

Fora disso, as cascas continuavam a ser implacavelmente destinadas ao lixo.

Mas nessas desprezíveis embalagens naturais se escondia uma atraente mina de ouro à espera de alguém capaz de extrair seu segredo.

Esse alguém foi o jovem cientista chinês Liang-Shih.

Ele descobriu que a casca é recoberta por dentro com uma membrana rica em colágeno, um material que, quando purificado, chega a custar mil dólares o grama.

Cerca de 10% da membrana é constituída de colágeno, que pode ser utilizado tanto pela própria indústria de alimentos quanto para tratamentos médicos, para recuperação de pessoas que sofreram queimaduras graves ou em cirurgias cosméticas.

O incrível da genialidade humana e da juventude estudiosa que temos em todo o mundo é sua capacidade de tirar daquilo que todos julgávamos inútil mais uma fonte de riquezas.

O destino da humanidade, portanto, só pode ser a riqueza e a felicidade.

É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Profª. Valesca Fôlha de Souza - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

___________________________________________________________________________________________

A INVENTIVIDADE HUMANA COMO FERRAMENTA DE TRANSFORMAÇÃO

E os humanos, o que fazem?

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

O cientista norte-americano Dean Kamen ficou famoso, ainda bem jovem, por ter inventado um patinete motorizado, com duas grandes rodas, chamado Segway.

Depois, inventou o IBOT, feito para facilitar a locomoção de deficientes físicos.

Seria difícil descrever todas as invenções de Kamen em um pequeno comentário.

Mas pode-se resumir a inventividade de Kamen numa frase: ele busca, sempre, socorrer as necessidades humanas.

Hoje, aos 57 anos, esse extraordinário cientista já possui quase 500 invenções registradas.

Rico e famoso, Kamen poderia viver tranquilamente apenas com os lucros proporcionados por suas muitas invenções.

Mas há alguns meses ele viu um grupo de militares que retornavam das guerras cruéis promovidas pelo governo de seu país.

Eram homens tristes, mutilados, com um ou os dois braços perdidos.

Naquele momento ele resolveu criar uma nova invenção: uma espécie de robô-roupa.

Um robô que pode ser vestido no corpo, tendo como adicionais de fábrica um ou dois braços mecânicos.

Neste momento, o cientista humanitário está de mangas arregaçadas para aprimorar seu protótipo de roupa-robô.

O equipamento vai servir não apenas aos soldados mutilados mas também a pessoas em geral com deficiências nos membros superiores.

É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Prof. Clineu e Profª. Cidinha - Colégio Carmelo
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

________________________________________________________________________________

A ARCA DA VIDA

E os humanos, o que fazem?

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

O que você faria se um velhinho de barbas brancas dissesse que se chama Noé e convidasse você a fazer uma arca para proteger os animais de uma destruição futura? 

Pois um novo Noé apareceu, com a diferença de que não é um velhinho de barbas brancas, mas um governo competente.

Esse governo é a administração da Noruega, um país da Escandinávia européia, que inaugurou em seu arquipélago, no Ártico, uma “Arca de Noé” do reino vegetal.

Essa Arca de Noé tem por finalidade presirvar a diversidade vegetal do planeta, ameaçada por catástrofes naturais, guerras e alterações climáticas.

É uma espécie de cofre escavado na rocha gelada, relativamente perto do Pólo Norte.

Esse cofre da natureza vai guardar sementes congeladas que poderão sobreviver por até 200 anos, mesmo no pior cenário de alterações climáticas e se os sistemas mecânicos de refrigeração falharem.

Se uma variedade desaparecer – digamos o arroz – a espécie poderá ser recuperada sacando as sementes desse cofre e fazendo-as produzir.

A Arca de Noé da Noruega custou de seis milhões de euros.

Quase nada, se pensarmos que uma parte importante da vida do planeta está sendo resguardada para o futuro do mundo e para nossos netos e bisnetos.

É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

helo.jpg

Texto: Alceu Sperança
Locução: Helouise Mazzo - 7º Ano - Col. Est. Pe. Carmelo Perrone
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

______________________________________________________________________________________

EDUCOMUNICAÇÃO: novas possibilidades metodológicas

alunos_estudio5.jpgA cada dia que passa novos grupos de alunos estão incorporando recursos midiáticos como forma de estudo e apresentação de trabalhos. Estas experiências estão sendo organizado pelo professor Edson Gavazzoni, o qual está desenvolvendo as pesquisas do PDE com a implementação metodológica em atividades ligadas a Web Rádio e TV Web.

Antes as atividades estavam restritas aos alunos voluntários que participavam do projeto Gira Mundo. Depois algumas turmas do ensino médio passaram a fazer as atividades.

Agora os alunos do 1º semestre do curso de Administração, na disciplina de Fundamentos do Trabalho, apresentam as primeiras produções para Web Rádio. São ainda ações simples, mas com grande significado por conta do contexto histórico dos alunos que as produziram, em sua maioria, trabalhadores que estavam a certo tempo afastado dos bancos da escola, e agora, retomam os estudos e estão mostrando grande capacidade de absorver as novas tecnologias.

Texto: Wanderlei, Paulo Cesar, Sandra e Natália - 1º ADM
Locução: Paulo Cesar
Edição: Ecoeducar / Gira Mundo

__________________________________________________________________________

O RESPEITO ÀS DIFERENÇA NOS COMPLETA



Respeitar pai e mãe é mandamento que consta de qualquer ensinamento, não importa a religião ou a descrença da pessoa.

Um casal humano é a mais perfeita escola que existe quando os pais respeitam os filhos e os filhos respeitam os pais.

Na ordem do universo, nada está separado. Tudo depende de tudo, todos dependem de todos.

Até recentemente se acreditava que a Via Láctea – a galáxia onde está a Terra e, portanto, onde nós vivemos – era um corpo só.

Uma espécie de enorme vagabundo cósmico solitário, isolado e sem depender de mais nada.

Mas os cientistas acabam de descobrir que a Via Láctea na verdade não é um corpo isolado a se manifestar através de um único halo, que é uma nuvem de estrelas.

São realmente dois halos, que estão lado a lado, um mais externamente, outro mais internamente, na galáxia em que vivemos.

São diferentes, como o homem e a mulher são diferentes, mas vivem um grande casamento, em que a ordem é garantida pela natureza.

Os dois halos que fazem a Via Láctea e convivem naturalmente mostram a todos nós que a harmonia de um casal faz bem ao ambiente universal.

Cuide bem de sua companheira, homem.

Cuide bem de seu companheiro, mulher.

E assim também estarão assegurando o amor e o respeito de seus filhos e continuando a formar a melhor escola e o melhor ambiente que existe: o lar. 

Texto: Alceu Sperança
Locução: Barbara de Lima Capelli
Edição: Ecoeducar - Barbara de Lima Capelli

________________________________________________________________

OS HOMENS E OS BICHOS


Com o avanço das cidades, os animais selvagens desapareceram da vista de todos.

Só os encontramos em zoológicos, nas enciclopédias, na Internet.

Mas os bichos mais parecidos com os homens continuam insistindo em ocupar os espaços da cidade.

Os ratos, por exemplo. Eles encarnam características humanas como falta de respeito pelos outros seres vivos e roubar quando o outro se descuida.

Quando se aglomeram em demasia, como as torcidas de futebol, tornam-se agressivos e violentos, inclusive uns contra os outros.

Os gambás cheiram mal, como cheiram mal os negócios dos especuladores e aproveitadores em geral.

As baratas são malandras, espertas, e querem sempre tirar vantagem, como aqueles comerciantes que roubam no preço e no peso.

Os mosquitos sugadores de sangue parecem aqueles patrões que arrancam o couro dos empregados, acreditando que são donos da vida deles.

Mas também temos as aves. Como os melhores seres humanos, elas querem sempre voar, mais e mais, para cumprir seu destino de viver.

Podemos escolher o que desejamos ser, nessa fauna urbana: o rato que rouba, o gambá que fede, o mosquito que suga sangue ou as aves que pelo céu nos mostram que é bom voar, sonhar, tendo a nossa utopia de construir um mundo melhor.

Texto: Alceu Sperança
Locução: Ana Flávia da Silva
Edição: Ecoeducar - Ana Flávia da Silva

_______________________________________________________________________

MORCEGOS DO BEM



No cinema, os morcegos geralmente aparecem como figuras horríveis, ameaçadoras – principalmente na forma de vampiros.

Representam a escuridão e o mal.

Com exceção de Batman, o Homem-Morcego, é raro o morcego aparecer simbolizando o bem ou a Justiça.

Mas a natureza tem sido mais generosa com os morcegos do que o cinema.

Um experimento da Embrapa está contando com a colaboração dos morcegos para espalhar sementes e frutos de plantas utilizadas na recuperação de áreas degradadas.

São três espécies de morcegos que participam do projeto, realizado em Colombo, aqui no Paraná.

Os morcegos são atraídos por óleos essenciais para se alimentar de frutos contendo sementes importantes para a reposição das florestas.

O resto fica com a natureza: ao soltar as sementes em pleno vôo, os morcegos vão semeando a recuperação florestal.

As revoadas dos morcegos paranaenses sobre as florestas vai despejando uma chuva de sementes que no futuro representarão a recuperação de áreas degradadas pelo uso intensivo para a exploração econômica.

Isso quer dizer que aquilo que os homens vampirizaram, os morcegos estão recuperando. 

Texto: Alceu Sperança
Locução: Lucas Detoni
Edição: Ecoeducar - Gira Mundo

___________________________________________________________________________________________

UMA NOVA GLOBALIZAÇÃO

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção. No passado, os povos oprimidos faziam declarações de Independência. A Independência do Brasil foi uma grande farsa, pois até hoje quem manda aqui são os banqueiros e as grandes empresas estrangeiras.

Um professor dos Estados Unidos achou que na atual globalização, seria melhor fazer uma declaração de interdependência. Afinal, todos nós dependemos de todos para viver, trabalhar e procurar a felicidade. O professor Benjamin Barber convocou os americanos honestos e esclarecidos a se declararem não mais americanos, arrogantes e metidos a mandar em tudo, mas cidadãos do mundo.

Pessoas que sentem na própria pele a responsabilidade de construir um futuro sustentável para a família humana. Na abertura, a declaração diz o seguinte: “Nós, cidadãos do mundo, declaramos a nossa interdependência como indivíduos e membros de comunidades e nações distintas; nos empenharemos a sermos cidadãos de uma única cidade-mundo...”

Diante da interdependência negativa experimentada com o terrorismo, a roubalheira financeira e as epidemias como a dengue e a AIDS, deve ser promovida uma interdependência positiva de cidadãos globais que se fazem promotores do bem comum. É a exigência de passar da independência à interdependência, que transforme os indivíduos em cidadãos do mundo. Eles não vão sair por aí matando os outros e achando que são patriotas. O Dia da Interdependência é 12 de setembro.
É por exemplos como este que... O ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Jean André Garcias
Edição: Ecoeducar - Gira Mundo

____________________________________________________________________________

OURO NO LIXO

E os humanos, o que fazem?
A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção. Quem vê passar um humilde catador de papel recolhendo aquilo que atiramos fora pode imaginar que ele não tem a menor possibilidade de, um dia, prosperar ou enriquecer. Reconhecemos que ele faz uma das mais importantes atividades humanas – a reciclagem –, na qual todos nós devemos fazer a nossa parte, mas mantemos a idéia de que o catador é e sempre será pobre.Pensando bem, já é uma pessoa rica espiritualmente aquela que participa da reciclagem, pois está tornando melhor o nosso mundo.

Mas não é verdade que os catadores tenham que ficar eternamente na humilde condição da pobreza material. A revista americana Foreign Policy (Política Externa) acaba de publicar que há mais ouro em uma tonelada de computadores velhos jogados fora do que em 17 toneladas do minério bruto. Certamente as minas de ouro com resirvas de 17 toneladas não estão acessíveis às nossas mãos, mas a cada minuto mais computadores ultrapassados são jogados fora.

E eles, ao montar uma pilha de uma tonelada, têm mais ouro fácil de tirar que as minas com quase 20 toneladas de minério difícil de extrair.  Nas periferias das grandes cidades, já se pode ver catadores dirigindo seus automóveis e comprando casas em bairros de classe média. Eles garimpam ouro no lixo. Em 2007, a indústria vendeu 10 milhões de computadores no Brasil. Muitos milhões mais foram montados informalmente. A cada três ou quatro anos, eles são trocados por novos e o que sobra vira lixo tecnológico. Um lixo que se multiplica a cada ano.Desse lixo, os novos catadores já estão tirando não mais apenas a sobrevivência. Eles já começam a formar patrimônio. É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Professora Sonia (história)
Edição: Ecoeducar - Gira Mundo

______________________________________________________________________

Carro Movido a Vento

E os humanos, o que fazem?
A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.
Já imaginou como seria abastecer seu automóvel com um produto que em Cascavel tem muito, é de graça e tira muito chapéu e boné? Sim, o vento. E se o próprio carro produzisse o vento de que precisa para se mover seria melhor ainda, não é mesmo?
Pode parecer incrível, mas isso já existe. João Francisco Jesus, um inventor português de 65 anos, construiu um protótipo para provar que é possível e só lhe faltam investidores para aperfeiçoar o modelo.
O carro dele tem duas turbinas na dianteira e ao mover-se gera energia, que é acumulada em baterias para alimentar o motor elétrico. O funcionamento dos restantes equipamentos – luzes, limpa-vidros e piscas – é garantido por um painel solar aplicado no tejadilho, ou seja, o teto do veículo.
Apesar das dificuldades para encontrar componentes que dessem corpo ao projeto, João Francisco Jesus conseguiu construir uma viatura experimental e demonstrar que a sua idéia tem futuro. “Parece uma brincadeira de crianças, mas o carro anda e o sistema funciona, precisa é de ser aperfeiçoado”, diz o inventor português.
Qual foi a mágica desse português inventivo? Ele tirou o motor elétrico do sistema hidráulico de uma retroescavadeira e diversas peças de um velho automóvel Peugeot 205. As turbinas foram criadas com um tico-tico (máquina de cortar chapa) e uma pistola de rebites.
É por exemplos como este que o ser humano tem jeito, sim!

Texto: Alceu Sperança
Locução: Jusce Wolfart
Edição: Ecoeducar - Gira Mundo

_______________________________________________________________________

Nossa Revolução



A história da humanidade sempre foi marcada por grandes transformações, muitas delas feitas de forma inconsequente ou por forças da natureza, tornando os desejos do ser humano incapazes de delimitar o rumo da espécie humana. Outras tantas transformações foram resultado direto da soma de esforços de pessoas que desejam profundamente melhorar as condições de vida dos serem viventes deste planeta, tal como o fizeram Mahatma Gandhi, Madre Tereza de Calcutá, Betinho, Nelson Mandela, Desmond Tutu, Martin Luther King, Zilda Arns entre outros milhões de cidadãos e cidadãs do mundo.
Estamos nós hoje – humanos e desumanos, como brilhantemente defende o historiador cascavelense, Alceu Sperança -, vivendo momentos decisivos para a história da vida em nosso planeta, pelo menos tal como estamos acostumados a vê-la; estamos nos ajustando e digerindo milhões de informações diariamente sobre os múltiplos problemas ambientais, sociais e éticos que indiscriminadamente a sociedade planetária está enfrentando.
Neste cenário muitas verdades surgem a todo instante, porém apenas uma certeza: temos que mudar o rumo do nosso viver e deve ser imediatamente, caso contrário o ônus de nossa falta de consciência e inércia serão avalanches de mudanças incontroláveis promovidas pela própria natureza. Não se trata de fazer apologia ao fim dos tempos e ideias messiânicas, mas sim da pura realidade que se expressa em cada uma das tantas notícias que nos alcançam diariamente.

Texto: Edson Gavazzoni
Locução: Giovana Danquieli
Fote: Revista Teia Ecológica/2010

__________________________________________________________________________________

Áudio da Poesia -

pedofilia.jpg
Poesia: Alonso Tomaz
Gravação: Gira Mundo

_____________________________________________________

A Filosofia



Filosofia, em sua essência, quer dizer amizade ao bom pensamento, amor à sabedoria.
O filósofo alemão Emmanuel Kant compreendeu, com sua própria sabedoria, quem são as pessoas que se dedicam à proteção do meio ambiente.
No livro intitulado Crítica da Faculdade de Julgar, ele declarou:
“Tomar interesse imediato pela beleza da natureza é sempre sinal de boa alma”.
Ele achava que se esse interesse pela natureza fosse habitual, constante, e não apenas um modismo passageiro, essa boa alma também estaria se valorizando moralmente.
A boa moral, para ele, estava diretamente associada à contemplação da natureza.
Assim, entendemos, como Kant já entendia, que as pessoas voltadas à educação ambiental e à proteção da natureza são as pessoas que melhor conseguem aproveitar a vida, vivenciam a vida plenamente.

Têm bondade, respeito ao semelhante, a si mesmo e à família, possuem excelentes qualidades morais e merecem o respeito de todos nós. 

___________________________________________

UMA BOA FILOSOFIA


Os índios Kai-o-vá tem uma filosofia, ou seja, um modo de entender a vida, chamada Nem-Borói, que quer dizer “tornar algo simples”.
Esse modo de entender a vida consiste em abordar qualquer problema vivido pelo índio e por sua comunidade sob três pontos de vista.
O teko porã, que é o "modo de ser bom".
O teko joja, que é o "modo de ser justo".
E o teko marangatu, que é o "modo de ser sagrado".
Sempre que estão diante de um problema, eles avaliam o que seria bom fazer com ele.
O que seria justo fazer com ele.
O que seria sagrado, ou seja, agradaria a Deus e à Mãe Terra.
Como seria humano, honesto e positivo se nós também pudéssemos resolver os problemas fazendo essas três perguntas: É bom? É justo? É natural?

Autor: Alceu Sperança
Áudio: Andreia Ferreira Peixoto
Gravação: Gira Mundo

___________________________________________

SARAU DE POESIAS

Poesia de Alonso Tomas declamada pelo professor/poeta Valdenir Golçalves em encontro dos poetas realizado na Livraria Livrai-nos, trabalho organizado pela Regina Sperança.
13_maio_alonso.jpg

_______________________________________________________________________________________

MENSAGENS QUE ENSINAM

O historiador cascavelense Alceu Sperança autorizou a transformação em áudios um conjunto de 60 mensagens de cunho ambiental que escreveu para o programa de rádio FAAB Natureza, o qual foi ao ar durante mais de 3 anos, todos os sábados na antiga Rádio Cidade, hoje Rádio Globo.

São produções ricas em ensinamentos que estão ganahndo vida digital por meio da ajuda de voluntários, na maioria alunos trabalhadores e colaboradores dos projetos do Colégio Estadual Padre Carmelo Perrone, para compor um livro digital com apresentação em texto e áudio.

É um trabalho que deve durar pelo menos uns 3 meses, sendo que as primeiras 10 mensagens já foram gravadas, tal como o áudio disponibilizado acima.

_______________________________________________________________________________________

 
RIO + 20: Coletivo Jovem em destaque

Eu estou num grupo de 10 pessoas representando a Bacia do Paraná 3, no encontro sobre juventude com outros movimentos, um dos movimentos com o qual nos deparamos em peso é um grupo denominado CJ, (Coletivo Jovem) um grupo autonomo apartidário, lembrem-se apartidário não significa ser apolítco, é preciso sim, ter posicionamento político que isso fique claro, enfim é um grupo ativo que foca em especial pelas causas ambientais e luta pela aprovação de um Programa chamado Juventude e Meio ambiente, para que haja a aplicação no ensino formal e informal (não só nas escolas) de um modelo educacional que resulte em cidades sustentáveis.

_______________________________________________________________________________________


RIO + 20: Gira Mundo traz notícias direto do rio


Oi, sou Rafaela Kleinhans Pereira, sou voluntária no projeto Gira Mundo do Colégio Estadual Padre Carmelo Perrone de Cascavel, e estou participando da Rio + 20. Estarei enviando notícias fresquinhas para vocês ai de Cascavel.

RIO+20
R
io+20 oficial marca os vinte anos da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio 92 ou Eco 92). Nestas duas décadas, a falta de ações para superar a injustiça social ambiental tem frustrado expectativas e desacreditado a ONU. A pauta prevista para a Rio+20 oficial – a chamada “economia verde” e a institucionalidade global – é considerada por nós como insatisfatória para lidar com a crise do planeta, causada pelos modelos de produção e consumo capitalistas.
Entrentanto outros eventos estão acontecendo simultaneamente, como a Cúpula dos Povos que para enfrentar os desafios dessa crise sistêmica, faz parte de um processo de acúmulos históricos e convergências das lutas locais, regionais e globais, que tem como marco político a luta anticapitalista, classista, antirracista, antipatriarcal e anti-homofóbica.
Transformando o momento da Rio+20 numa oportunidade para tratar dos graves problemas enfrentados pela humanidade e demonstrar a força política dos povos organizados. “Venha reinventar o mundo” é o nosso chamado e o nosso convite à participação para as organizações e movimentos sociais do Brasil e do mundo.
Os três eixos são: denúncia das causas estruturais das crises, das falsas soluções e das novas formas de reprodução do capital, soluções e novos paradigmas dos povos e estimular organizações e movimentos sociais a articular processos de luta anticapitalista pós-Rio+20

A cupula ainda não começou mas no momento estou participando do Encontro de Juventude e Educação para a Sustentabilidade Socioambiental, e ontem participei da exibição de um documentário chamado amazônia desconhecida.
http://cupuladospovos.org.br/o-que-e/

_______________________________________________________________________________________

GIRA MUNDO: Programa Mundo da Poesia


PoesiaO trabalho de educomunicação que está sendo desenvolvido com o projeto Gira Mundo no Colégio Carmelo a cada dia ganha maior consistência. Atualmente o objetivo maior dos voluntários é produzir sequências de micros programas sobre assuntos de grande relevância para a comunidade, buscando valorizar a educação, cultura, meio ambiente e iniciativas criativas dos alunos e da comunidade escolar.

Entre os programas que estão sendo organizados hoje é o dia de lançar o "Mundo da Poesia". A ideia é gravar 10 programas desta série até o final do ano, sempre destacando poetas do colégio e da cidade de Cascavel. O primeiro a ter seus poemas gravados e Alex Sandro, aluno do curso técnico em informática do período noturno. São três poesias apresentadas, as quais contam com a participação da professora/diretora Jussara e da Maria Lucia; que serão as próximas a terem seus poemas gravados.

_______________________________________________________________________________________

GIRA MUNDO: Gravado o primeiro documentário em áudio



Estudio CarmeloO Projeto Gira Mundo, criado para integrar práticas de educomunicação na comunidade escolar do Colégio Estadual Padre Carmelo Perrone, inicialmente trabalhava apenas com a produção de informações impressas (Jornaleco). Depois passou a incorporar notícias por meio de textos e fotos para a internet. Com a parceria com a Web Rádio Água  passou a também gravar as informações em áudio. A partir de agosto de 2012 os alunos e professores voluntários passam também a produzir pequenos documentários em áudio. O protótipo foi gravado esta semana, um programa piloto para atender  uma atividade do curso de Pós Graduação de Mídias Integradas à Educaçao, da UFPR / UAB, na disciplina de Rádio. O programa trata de acessibilidade e inclusão e contou com grande ajuda do Lucas De Toni, locutor. Além de apresentar informações referentes ao Colégio Carmelo, também traz a participação da professor Helena Costa Felipe de Foz do Iguaçu e da professora Vera Lucia Pereira de Souza de Palotina. Esta integração de informações e opiniões de pessoas de diferentes comunidades também é um elemento novo no projeto, tanto que a rede de voluntários que está sendo formada já conta com pessoas de outros municípios, estados e países. Logo, teremos grandes novidades para serem apresentadas.

Tags: